Monthly Archives: setembro, 2018

Candidato à reeleição, o deputado estadual Levi Pontes (PCdoB) tem levando sua campanha a diferentes regiões do Maranhão e foi recebido com festa por uma multidão no Bairro do Mutirão em Pedreiras. O deputado estava ao lado das lideranças políticas como os advogados Dr. Jailson Silva e Dr. Mauro Borges, além de “Quarentinha”, Santiago, Junior e Ítalo.

Ainda na região do Médio Mearim, o deputado esteve em Lima Campos, com sra. Jaidê, sra. Newma e sra. “Lucinha” do povoado Nova Salvação, no povoado Barriguda discursando com o apoio do Dr Mauro Borges, liderança política de São Luís Gonzaga do Maranhão. O deputado saiu da região satisfeito com o carinho e a alegria da população, desejosa de dias melhores.

Dr. Jailson Silva saudou a visita do deputado. “Dr Levi Pontes tem demonstrado compromisso com o povo, de diversas regiões, destinando emendas que têm colaborado com o desenvolvimento das cidades do estado. Por isso, ele merece o nosso apoio para que ele venha somar em benefícios para as cidades de Lima Campos, Pedreiras e São Luís Gonzaga,” frisou o advogado.

De volta a Chapadinha, amigos e aliados de Dr Levi Pontes fizeram a quadra esportiva da Escola Pequeno Príncipe ficar pequena para declarar reconhecimento pelo seu trabalho e apoio à sua reeleição.

Os militantes da campanha já entraram no recinto carregando cartazes com as principais ações do deputado em benefício da população do município: Hospital Regional, UPA do Areal, Corpo de Bombeiros, Restaurante Popular, Viva Cidadão, Procon, Mais Asfalto, Raimundo Araújo como escola em tempo integral, Escola Digna, Motoniveladora, Patrulha Agrícola, Viaturas e Mais Efetivo Policial foram alguns frutos do trabalho de Levi Pontes que foram destacados.

Durante o evento discursaram vereadores de Chapadinha e de outras cidades da Região, lideranças ligadas aos servidores, a esposa do deputado Isalena Aguiar e o próprio candidato. Falando pela primeira vez nesta campanha a ex-secretária Isalena Aguiar lembrou da trajetória do ex-deputado Antônio Pontes de Aguiar e fez um paralelo com a atuação de Levi Pontes.

“A gente pode rever a história de Levi através do pai dele, pelas benesses, pelas coisas que ele já deixou aqui em Chapadinha, que merece nosso respeito, nosso apreço e nosso carinho: é o Pontes de Aguiar e por ele votasse por todos os benefícios também do filho dele que é honesto, horando, bom pai, bom marido e presente. Ficha limpa, homem do bem e por isso quero agradecer e dizer que conto com vocês pelo voto no 65 456”, disse Isalena.

Em sua fala Levi Pontes contou detalhes de sua luta para atrair obras, ações e políticas públicas em favor do povo da Região, comparou sua atuação com a postura de outros candidatos.

“A exemplo da UPA que conseguimos colocar com financiamento de mais de R$ 1 milhão por mês por parte do estado, tivemos 24 horas para correr com a documentação depois de o governador ter atendido nossa reivindicação, bombeiros, Hospital Regional, Viva, Restaurante Popular, Mais Asfaltos e os outros benefícios, cada ação tem uma história de luta para ser contada e foi pra isso que fui eleito e quero continuar esse trabalho”, declarou o deputado.

“Como diz nossa mensagem ‘quem compara vota’ porque comparando os políticos, os falsos políticos que estão por aí e não fazem nada, não trazem nada para Chapadinha. Além da minha ficha que é limpa, minha vida também é limpa e por isso qualquer comparação vai ser favorável a mim”, completou.

Ao final Levi Pontes ironizou comentários de adversários e levou o povo ao delírio. “Eu acabei de receber um zap de um grupo com o adversário dizendo: ‘vão lá gravar o que é que o deputado do peixe vai dizer’ enquanto que para tristeza dele sou hoje deputado escolhido pela federação maranhense dos peixes, que reúne mais de 140 sindicatos e associações de pescadores. Deus escreve certo por linhas tortas, falaram tanto em deputado do peixe, que Deus me mandou tanto peixe em forma de votos que eles vão ter que comer as espinhas”, finalizou Levi arrancando vibrações do público presente.

Sem parar, o deputado atendeu convite de ativistas culturais e da comunidade do Bairro do Anjo da Guarda, em São Luís, e compareceu a sabatina idealizada pelo produtor cultural Vinicius Azevedo, que é diretor da Via Sacra do Anjo da Guarda, e pelo professor Romildo José que é líder comunitário do Bairro Fumacê. O público presente foi composto basicamente por artistas populares e jovens militantes das comunidades da Área Itaqui-Bacanga.

Levi Pontes respondeu perguntas da comunidade ao lado do candidato a deputado federal James Nunes, agradou nas respostas e se mostrou preparado para o desafio de fazer um segundo mandato ainda melhor que o primeiro. Foram feitas sete perguntas para cada candidato que tiveram educação, cultura, saúde, mobilidade urbana, juventude e geração de emprego como temas.

Após responder todas as perguntas apresentando propostas concretas para o enfrentamento dos problemas o deputado Levi Pontes foi aplaudido e recebeu manifestações de apoio. No espaço aberto para as considerações finais Levi elogiou a iniciativa, ressaltou a necessidade de organização popular na busca por melhoria de vida da população e colocou seu gabinete à disposição das causas da comunidade.

“Seria muito bom se todo movimento político tivesse o formato deste aqui promovido em que se pode debater propostas e buscar alternativas para os problemas, acredito que a organização do povo tem o poder de realizar as mudanças mais profundas para melhorar a situação e coloco meu gabinete à disposição da comunidade para a busca de políticas públicas nas áreas da cultura, educação e todos os temas aqui debatidos”, finalizou o deputado Levi Pontes.

 — Foto: Arte G1

— Foto: Arte G1

O G1 levantou, entre segunda (24) e quarta-feira (26), quais são os presidenciáveis que cada candidato ao governo do Maranhão apoia. Veja na tabela abaixo (em ordem alfabética):

Veja quem os candidatos ao governo do Maranhão apoiam para a Presidência

Candidato Quem apoia
Flávio Dino (PCdoB) Fernando Haddad (PT)
Maura Jorge (PSL) Jair Bolsonaro (PSL)
Odivio Neto (PSOL) Guilherme Boulos (PSOL)
Ramon Zapata (PSTU) Vera Lúcia (PSTU)
Roberto Rocha (PSDB) Geraldo Alckmin (PSDB)
Roseana Sarney (MDB) Não definiu

Roseana Sarney (MDB) disse que apoiaria o ex-presidente Lula, embora o partido da candidata tenha Henrique Meirelles como presidenciável. Sem Lula na corrida, ela ainda não definiu quem vai apoiar, segundo a assessoria.

Candidato de uma coligação pode apoiar presidenciável de outra?

Sim, não há impedimento. Como o G1 mostrou, as alianças estaduais contrariam 12 das 13 chapas presidenciais.

Como foi feita a reportagem?

Para saber como cada candidato se posiciona sobre os presidenciáveis, o G1 consultou:

  • Declarações feitas em público;
  • Banners, santinhos e panfletos oficiais da campanha;
  • Participação em comícios;
  • Mensagens de apoio em redes sociais;
  • A equipe do candidato.

Foram levados em conta apenas os candidatos que, às 11h30 desta sexta-feira (28), eram considerados aptos no sistema divulgação de candidaturas do TSE.

Policiais da 8ª Delegacia Regional de Zé Doca prenderam em flagrante, na tarde de quinta-feira (27), o homem identificado como Tácio Felipe dos Anjos Costa, de 28 anos, pelos crimes de lesão corporal, injúria e ameaça na forma da Lei Maria da Penha.
O preso atentou contra a vida de sua companheira V.L., de 32 anos. Além das ameaças e das injúrias, o acusado agredira fisicamente a vítima com chutes, tapas e teria cortado o cabelo da mesma com uma faca, que estava em sua posse no momento de sua prisão.
O Fato ocorreu na Rua São Francisco, centro, na cidade de Araguanã, a 246 km de São Luís. O preso foi autuado em flagrante por tentativa de femicídio.
A ação foi coordenada pelo delegado Jader Alves, com a participação dos inspetores Sizino, Guilherme, Rafael, e Francis.

              

Ildolmar Araújo Lobato, conhecido como “Domar”, de 21 anos.

MARANHÃO – Policiais civis da 8ª Delegacia Regional de Zé Doca, a 302 km de São Luís, prenderam, na manhã de quinta-feira (27), o homem identificado como Idelmar Araújo Lobato, conhecido como “Domar”, de 21 anos. O mandado de prisão preventiva foi expedido pela juíza Leoneide Delfina, da 2ª Vara. A prisão foi efetuada dentro de uma cerâmica no Bairro São Francisco.

“Domar” e outros comparsas praticaram o crime de homicídio contra Moisés De Deus e Silva, de 45 anos, que era Cabo da Polícia Militar. O crime ocorreu no dia 19 de janeiro deste ano, na Rua da Torre, Bairro São Francisco, em Zé Doca.

O assassino estava foragido para a cidade de São Luís, retornando para Zé Doca recentemente. A ação foi coordenada pelo delegado Jader Alves, com a participação dos inspetores Sizino, Guilherme, Rafael, e Francisdaivid.

Sobre o crime

De acordo com a polícia, o cabo Moisés foi atacado no meio da rua e em seu corpo havia marcas de pedradas, pauladas e um profundo corte no pescoço. Uma equipe da PM chegou a ser avisada, mas quando chegou ao local a vítima já estava morta.

Na ocasião, moradores relataram aos policiais que residem próximo ao local do crime relataram que chegaram a ouvir gritos, mas por conta do medo ninguém quis se manifestar.

Moisés de Deus e Silva entrou para a Polícia Militar do Maranhão em 1993 e há quase um ano, havia sido afastado pelo comando geral para que pudesse fazer um tratamento contra dependência química.

Na madrugada da última segunda-feira (24), o policial militar e lutador de MMA, Eduardo da Luz Soares, lotado no Centro Tático Aéreo (CTA), agrediu e atirou no servidor público identificado como Anderson Pereira da Silva, na loja de conveniência do Posto Itapiracó, na Cohab.

As imagens divulgadas pelo Blog do Gilberto Léda, que foram gravadas pelo circuito interno do local, mostram que o PM e a vítima discutem e em seguida o militar dá um soco em Anderson, que cai no chão desmaiado.

Logo após, o servidor público é socorrido pela funcionária da conveniência e aparece desorientado e ensanguentado.

Em outro vídeo, é possível ver que as agressões continuaram. Uma terceira pessoa, amigo do lutador surge e da uma rasteira em Eduardo, que cai de novo no chão. Ele é agredido com socos e pontapés.

Servidor público Anderson Pereira Silva, agredido pelo policial militar.

Outro amigo do PM surge e tenta acabar com a confusão. O policial chega a sacar a arma, mas é contido. Momentos depois, o lutador dispara vários tiros contra o servidor. Os disparos atingiram os pés da vítima.

Após a repercussão do caso, o PM foi afastado de suas funções do CTA e será alvo de procedimentos administrativos e penais.

Em nota, o Centro Tático Aéreo do Maranhão se pronunciou sobre o caso. Leia abaixo:

O Centro Tático Aéreo do Maranhão – CTA, unidade diretamente subordinada ao Senhor Secretário de Segurança Pública do Estado, considerando o episódio ocorrido na madrugada do último dia 24, segunda- feira, nas dependências de uma loja de conveniências e de um posto de combustíveis no conjunto Itapiracó, nesta cidade, envolvendo o Soldado PM Eduardo da Luz Soares, lotado nesta unidade, fato esse que, ressalte-se, chegou ao conhecimento desta Direção apenas na noite de hoje, vem a público esclarecer que as agressões praticadas pelo mencionado policial contra Anderson Pereira da Silva, agressões essas que vêm sendo divulgadas nas redes sociais através de vídeos gravados pelas câmeras existentes no local, em nada coadunam com os princípios profissionais, éticos e humanos que norteiam as atividades dos integrantes do CTA-MA, bem como do Sistema de Segurança Pública do nosso Estado, ressaltando-se que a postura adotada e os atos praticados pelo servidor em questão são inadmissíveis e injustificáveis, motivo pelo qual o Soldado PM Eduardo da Luz Soares já foi desligado do Centro Tático Aéreo-MA e será apresentado ao Comando Geral da Polícia Militar para a adoção dos procedimentos penais e administrativos cabíveis.

Sempre buscando a excelência na prestação dos serviços à sociedade maranhense, a Direção deste Centro se coloca a disposição para quaisquer esclarecimentos que ainda se fizerem necessários.

ISMAEL DE SOUSA FONSECA – DIRETOR DO CTA/MA

                               

                               


Nesta sexta, dia 28, o município de Rosário-MA vai parar com o mega do show do melhor repertório Brasil, cantor Jonas Esticado.

Jonas promete fazer um grande show aos maranhenses cantando seus grandes sucessos. Além do cantor cearense, a festa realizada pela produtora KM Produções terá também o show de Thalles Lessa e a participação dos cantores maranhenses Bruno Shinoda e Andson Mendonça.

A convite do governador e candidato à reeleição Flávio Dino 65, o deputado Levi Pontes 65 456 acompanhou a Caravana 65 em algumas cidades do Baixo Parnaíba, durante a manhã e tarde desta quinta-feira (27).

Em São Bernardo, uma das principais bases políticas de Levi na região, uma multidão lotou as ruas para acompanhar Flávio Dino, Gastão Vieira e Levi Pontes.

Depois da caminhada houve um comício e, em sua fala, Levi Pontes destacou o compromisso de Flávio Dino com região do Baixo Parnaíba que passou anos esquecida por governos anteriores.

“Quero cumprimentar vossa excelência, o governador Flávio Dino, o número 1 do Brasil, aquele que cumpriu 100 por cento de todas as suas promessas de campanha. E além disso, a nossa Região que era extremamente abandonada, e agora temos um governador municipalista que já fez bastante pela nossa região e que vai fazer muito mais”, concluiu Levi Pontes.

                                             
Delegado Marcelo Magno
Um homem identificado como Joberth de Jesus Silva, de 36 anos, foi morto a tiros na cidade de Vitorino Freire, na noite da última terça-feira. O autor dos disparos teria sido um delegado da Polícia Civil, Marcelo Magno, lotado na delegacia local.
O crime ocorreu durante um show de aniversário dos 66 anos da cidade de Vitorino Freire, que ocorreu durante a noite da última terça-feira. Segundo populares, a vítima teria tentando invadir o camarim do cantor que se apresentaria no evento. Ela apresentava sinais de embriaguez e foi impedida por várias vezes a entrar no local, inclusive pelo delegado.
Houve discussão entre o delegado e Joberth e no decorrer da discussão, o homem foi alvejado nas costelas. Ele ainda foi levado para o hospital da cidade, mas não resistiu.
Uma guarnição da Polícia Militar foi acionada e procurou pelo autor do disparo, mas não conseguiu encontrá-lo na cidade. Há informações que o delegado se apresentaria à polícia na capital. O caso está sendo investigado pela Delegacia Regional de Bacabal, sob a coordenação do delegado Carlos Renato.

Uma Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa ambiental proposta pela 3ª Promotoria de Justiça de Paço do Lumiar, em 3 de novembro de 2014, levou a 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão a confirmar a condenação de Josemar Sobreiro Oliveira, ex-prefeito do município.

A Ação tratou da omissão do então gestor em cumprir as disposições da Política Nacional de Resíduos Sólidos (lei 12.305/2010) no que diz respeito à disposição ambientalmente adequada dos resíduos produzidos em Paço do Lumiar. O prazo de quatro anos determinado pela lei não foi cumprido pela Prefeitura, que era comandada por Josemar Sobreiro.

De acordo com a promotora de justiça Nadja Veloso Cerqueira, o lançamento de dejetos a céu aberto caracteriza dano ambiental pela contaminação do solo, do ar e dos recursos hídricos subterrâneos, além de possibilitar a proliferação de vetores de doenças e, em alguns casos, a contaminação dos recursos hídricos de superfície.

A situação também coloca em risco a vida e saúde das pessoas que precisam ir ao lixão em busca de materiais que possam ser vendidos para reciclagem. “O descarte de resíduos sólidos passíveis de reutilização e de reciclagem, inapropriadamente, mantém em exclusão social várias pessoas que poderiam ser empregadas em coleta, segregação e em indústrias de reciclagem”, complementa.

O processo teve como relator o desembargador Raimundo José Barros de Sousa. Também participaram os desembargadores Kleber Costa Carvalho e Ricardo Tadeu Bugarin Duailibe. A Procuradoria Geral de Justiça foi representada na sessão pelo procurador de justiça Joaquim Henrique de Carvalho Lobato. O parecer do Ministério Público foi elaborado pela procuradora de justiça Themis Maria Pacheco de Carvalho.

O acórdão confirmou a omissão dolosa de Josemar Sobreiro Oliveira, caracterizando improbidade administrativa. O ex-gestor foi condenado ao pagamento de multa de 50 vezes o valor do salário recebido enquanto exercia a função de prefeito de Paço do Lumiar, à perda da função pública, suspensão dos direitos políticos por cinco anos e proibição de ser contratado pelo Poder Público, mesmo que por meio de empresa da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de três anos.

A Prefeitura de Presidente Dutra deverá fornecer aos alunos da rede municipal de ensino um transporte escolar seguro e adequado, obedecendo ao disposto na Lei nº 9.503/97 (Código de Trânsito Brasileiro), determinação a ser cumprida no prazo de 30 dias a partir do trânsito em julgado.
É o que diz a sentença proferida pela 1ª Vara de Presidente Dutra, assinada pela juíza titular Gláucia Helen Maia. Trata-se de Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público Estadual (MPMA), em desfavor do Município de Presidente Dutra, pretendendo que fosse suspenso o transporte escolar dos alunos da rede pública municipal realizado em veículo irregular ou veículo dirigido por pessoas sem habilitação especializada.
O MP relatou na ação que o objetivo é assegurar aos alunos da rede municipal de ensino, notadamente aos que residem na zona rural, a efetiva e regular prestação de serviço de transporte escolar.
Relata que foi instaurado Inquérito Civil, com intuito de averiguar a efetividade e regularidade do transporte escolar, contudo se fazia necessário uma série de documentos que deveriam ser entregues pelo Município de Presidente Dutra ao Ministério Público e, no entanto, todas as solicitações deixaram de ser atendidas pelo ente municipal reiteradamente, sem justificativa.
Ficou comprovado pelo Inquérito Civil que a Prefeitura de Presidente Dutra fez contratação de veículos particulares para o transporte escolar, sem a observância das exigências legais e administrativas no tocante a sua adequação e segurança para transporte de alunos e sem exigir dos respectivos condutores a aprovação prévia em curso de formação especial para exercerem essa atividade.
Por fim, requereu concessão de liminar para que fosse determinado ao Município de Presidente Dutra que se abstivesse de transportar os alunos da rede pública municipal em veículos irregulares ou dirigidos por pessoas inabilitadas, sob pena de aplicação de multa diária.
“A pretensão ministerial é bastante clara, haja vista que deseja o autor que o requerido forneça aos alunos da rede municipal de ensino público um serviço de transporte escolar em conformidade com as exigências da legislação pertinente. É dever do Município organizar e promover o acesso adequado, em regime de colaboração, ao sistema educacional, como determina a Constituição Federal aos alunos do ensino fundamental e na educação infantil”, destaca a sentença.
A sentença sustenta ainda que é dever do Município assegurar a todos o ensino fundamental, o ingresso e a permanência na escola e a conclusão desse ensino, assim como garantir o transporte escolar adequado para os alunos que dele necessitem, pois se trata de insumo indispensável ao efetivo acesso à educação pública e gratuita.
“Por outro lado, a Lei n.º 9.393/96 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação), com as modificações, também prevê expressamente o direito do aluno ao serviço de transporte escolar, indicando as competências de cada esfera da Federação. Sobre a responsabilidade dos Municípios, disciplina que estes devem assumir o transporte escolar dos alunos da rede municipal”, relata o documento da Justiça, antes de julgar procedente o pedido da parte autora.
1 2 3 9