Monthly Archives: julho, 2016

Augusto Filho

Augusto Filho

Em Bela Vista do Maranhão, Augusto Filho (PSDB) segue com excelente desempenho e, segundo os números divulgados na última pesquisa feita pela MBO, é o primeiro colocado em todos os cenários da disputa para prefeitura da cidade.

Divulgada na última terça-feira, dia 26, a pesquisa apontou que Augusto Filho tem 39,30% das intenções de votos, contra 29,14% do seu principal adversário, candidato Orias (PCdoB), 12,83% e 4,01% dos candidatos Zé Arthur e Iguaracy, respectivamente.

14,70% dos eleitores não souberam ou não quiseram responder ao questionário, segundo a pesquisa.

No confronto direto com Orias, Augusto apresentou vantagem de mais de 14%. São 49,46% das intenções de votos contra 35,02% dados ao adversário.

O mesmo ocorre no quesito rejeição. Orias segue como o mais rejeitado com 34,22% de eleitores que declararam não votar nele em hipótese alguma, enquanto Augusto aparece com apenas 16,04%.

Foram ouvidos 337 eleitores em Bela Vista, entre os dias 18 e 19 de julho, pela MBO Publicidade e Marketing. Registrada no TSE sob o número de protocolo nº MA-07639/2016, a pesquisa tem margem de erro de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos, com intervalo de confiança de 97%.

bela vista 1

Augusto Filho leva vantagem no quesito rejeição

Augusto Filho leva vantagem no quesito rejeição

Augusto também vence confronto direto com seu principal adversário

Augusto também vence confronto direto com seu principal adversário

Enquanto a prefeita de Araioses ostenta com a família, população não tem sequer água para beber.

Fonte: Blog Luis Cardoso

A situação em que vive o povo da cidade de Araioses não é nada favorável. Por lá, a população não tem acesso nem a água potável, assim ocorre no povoado Carnaubeiras.

valeria e manin

Valéria e seu pai

A prefeita Valéria do Manim e seus familiares ostentam dias fáceis nas redes sociais, enquanto o povo do segundo maior povoado do municipio não tem água em suas residências nem para beber.

Depois que assumiu a administração de Araioses, o primeiro passo da prefeta foi abandonar os moradores, principalmente os do povoado Carnaubeiras. A única caixa d’água do municipio que fornecia água potável para a população, hoje encontra-se suja, cheia de bicho e sem manutenção há mais ou menos três anos e meio.

Em 2012, durante a campanha eleitoral, Valeria do Manim subia nos palanques e dizia que o problema da falta d’água seria prioridade no seu governo e que logo o caos seria resolvido. Passado quatro anos, a calamidade só piorou.

Vários povoados não possuem abastecimento de água. Na sede do município, a água que chega nas torneiras da população é salgada, imprópria para beber, cozinhar e até para tomar banho. Inclusive várias crianças já adquiriram doenças por conta da contaminação existente.

Não bastasse a revolta do povo que se sente abandonado, a prefeita volta novamente às casas dos eleitores para pedir votos com novas promessas e claro bastante dinheiro no bolso na tentativa de comprar o povo.

Carnaubeiras 1

povoado Carnaubeiras não possui água potável

povoado Carnaubeiras não possui água potável

Filipe, assessor da prefeita ostenta dinheiro
prefeita Valéria e família no Rio

prefeita Valéria e família no Rio

Prefeita Valéria em Gramado

                                   Prefeita Valéria em Gramado

 

Bacabeira: Aliado de Alan Linhares, desiste de candidatura para apoiar Fernanda Gonçalo.

13876184_1041724225882397_4819470553762935677_nO ex-candidato a vereador da cidade de Bacabeira nas eleições de 2012, José Ribamar Pires Braga, o Bugé, do PCdoB, abandonou seu projeto de candidatura a vereador nas eleições deste ano para declarar apoio a pré-candidatura de Fernanda Gonçalo (PMN) a prefeita de Bacabeira.

Bugé é filiado ao PCdoB, partido do Prefeito Alan Linhares, que busca sua reeleição este ano. A princípio ele seria candidato a vereador, mas abdicou do projeto para abraça uma causa maior em torno da cidade.

Ele esteve reunido na manhã desta quarta-feira, 27, em São Luís com o ex-prefeito Hilton Gonçalo e sua esposa Fernanda, onde selaram a parceria.

Bugé agora será uma das lideranças políticas no povoado José Pedro, ao lado de Bira e outros nomes alinhados ao projeto de mudança, que vão levar a mensagem e o nome da pré-candidata pela cidade.

E olha que não é o primeiro a abandonar o barco do prefeito Alan Linhares e nem será o último. Daqui até as eleições, mais lideranças da oligarquia ainda devem aderir ao grupo liderado por Fernanda.

É anotar pra ver…

São Luis: Wellington diminui diferença de empate técnico e se consolida como menos rejeitado.

Levantamento é do Instituto Prevê. Edivaldo Holanda Júnior segue como mais rejeitado pela população de São Luís.

Wellington diminui diferença de empate técnico e se consolida como menos rejeitado

Levantamento do Instituto Prever/Blog do Neto Ferreira, divulgado nesta quinta-feira 28, aponta que o pré-candidato o prefeito de São Luís, deputado Wellington do Curso (PP), conseguiu diminuir a diferença de empate técnico e se consolidou com o menos rejeitado pela população da capital.

De acordo com os números, o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), aparece na liderança com 22,7% das intenções de votos, seguido pela deputada federal Eliziane Gama (PPS), com 19,1%. O progressista Wellington do Curso, que no levantando anterior do mesmo instituto, de junho, aparecia com 18,2%, agora aparece com 18,8%.

Em seguida, aparecem o deputado Eduardo Braide (PMN) com 4,6% e a vereadora Rose Sales (PMB) com 4,0%. Por último, aparece o vereador Fábio Câmara (PMDB) com 3,5%. Não sabem ou não responderam com 6,0% e nenhum/branco com 21,2%.

A sondagem também avaliou o índice de rejeição por parte dos eleitores em relação ao pré-candidatos. Edivaldo segue absoluto como o mais rejeitado de todos, com 35%. Em seguida, 11,4% dos eleitores afirmaram que não votariam de jeito nenhum em Eliziane Gama; e 9,6% em Fábio Câmara .

Rose Sales tem rejeição de 6,3%; Eduardo Braide 5,9%, e Wellington do Curso se consolidou como o menos rejeitado, com apenas 2,5%. Não souberam ou não responderam surgem 20,1% e não rejeito nenhum com 9,2%.

O Instituto Prever ouviu 700 pessoas entre os dias 22 a 24 de julho. A margem de erro de 3,7% para cima ou para baixo, com intervalo de confiança de 95%. A sondagem está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número MA-02842/2016.

 

Neste fim de semana, convenções oficializam candidaturas e coligações do PCdoB em mais de 70 municípios do MA.

 

A partir desta sexta-feira (29), até o domingo (31), convenções homologarão nomes de candidatos e coligações do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) em mais de 70 cidades do Maranhão para a disputa eleitoral de 2016.
No último sábado (23) e no domingo (24), muita animação e forte comoção popular marcaram o primeiro fim de semana de convenções em várias cidades maranhenses.
Durante convenção do PCdoB-MA realizada no sábado (23), no Convento das Mercês, a agremiação definiu apoio à reeleição do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, que terá a candidatura oficialmente homologada em convenção do Partido Democrático Trabalhista (PDT) de São Luís, a ser realizada das 8h às 13h deste sábado (30), na Batuque Brasil (Cohama).
Convenções em todo o Maranhão
Com candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador em 216 dos 217 municípios do estado, o PCdoB, partido com 94 anos de luta social, vem ganhando volume no cenário político maranhense desde a vitória de Flávio Dino nas Eleições de 2014, fato histórico que encerrou o ciclo hegemônico de quase 50 anos de poder do grupo Sarney no Maranhão.
A direção estadual do partido está empenhada em participar e apoiar todas as convenções municipais realizadas pelo PCdoB no estado.
Flávio Dino em Timon e Barreirinhas
Nesta sexta-feira (29), o governador do Maranhão, Flávio Dino, participa da Convenção Partidária em Timon, onde o PCdoB apoia a reeleição do atual prefeito da cidade, Luciano Leitoa (PSB), e a candidatura do vice-prefeito, João Rodolfo (PCdoB). No sábado (30), o governador vai a Barreirinhas para a convenção que oficializará o nome do ex-juiz do Trabalho e advogado, Amílcar Rocha (PCdoB), como candidato a prefeito. Já no domingo (31), Dino prestigiará convenção do partido em Raposa, região metropolitana de São Luís, onde participa da homologação da candidatura de Talita Laci (PCdoB) para assumir a prefeitura do município.

 

ROSÁRIO: Irlahi Linhares marca sua convenção para o dia 04 de agosto.

irlahiA prefeita Irlahi Linhares (PMDB) já definiu a data e o local de sua convenção que homologará os candidatos de seu grupo político para a disputa do pleito no município de Rosário.

O diretório do PMDB rosariense deve repetir novamente a mesma composição de 2012, que levou Irlahi Linhares e Douglas Sena a vitória.

A equipe da prefeita Irlahi, que buscará sua reeleição, marcou sua convenção para o próximo dia 04, quinta-feira, um dia antes do prazo final estabelecido pela lei eleitoral para realização de convenções. O evento acontecerá no Centro de Lazer do Geovani, próximo à rotatória da cidade de Rosário, a partir das 14h.

Lideranças da cúpula do PMDB estadual, como o senador João Alberto e o deputado federal João Marcelo, devem comparecer à convenção de sua aliada.

 Humberto de Campos: PSDB aclama vereadora Gardênia Sabóia pré-candidata a prefeita.

PSDB de Humberto de Campos finaliza sua pré campanha com o Planejar para renovar consolidando suas propostas para plano de governo e aclama a Vereadora Gardênia Sabóia como pré-candidata a prefeita.

imageSérie de seminários teve início em janeiro deste ano. Qualidade e quantidade de propostas serão o norteador para a reconstrução de Humberto de Campos.

Terminou esta semana a sequência de seminários” Planejar para Renovar O cidadão decidindo” em Humberto de Campos. Sob o comando da pré-candidata a prefeita da cidade, Vereadora Gardênia Sabóia (PSDB), os seminários marcaram a primeira etapa de trabalho do grupo político rumo às eleições de 2016.

Membros da Juventude do PSDB, do PSDB Mulher, movimentos sindicais, diversas lideranças políticas e partidos aliados, irão defender o nome de Gardênia para prefeita, assim como membros de movimentos da sociedade civil organizada e até de outros partidos. Neste período centenas de pessoas da sede e dos povoados se mobilizaram participando de forma propositiva nas reuniões discutindo as políticas públicas para a cidade.

“Foi um trabalho planejado com a aplicação de metas e cobrança de resultados. Percorri todo o município junto com meu partido,fazendo uma prestação de contas do meu mandato de vereadora e levando muitas propostas e discussões, buscando a opinião popular, mas com um diferencial, ouvindo e anotando os anseios da população humbertuense, relata a pré candidata”.

Todas as propostas da futura candidata serão protocoladas no Tribunal Regional Eleitoral, quando do registro da sua candidatura.

imageGardênia tem como seu principal adversário o ex-prefeito Zé Ribamar, que está inelegível e responde a quase 30 processos judiciais, sendo 10 somente por improbidades administrativas. Numa consulta ao Tribunal de Contas do Estado – TCE, ele figura como ex-gestor com contas de governo e contas de gestão REPROVADAS.

O mesmo já contabiliza duas derrotas na Justiça Estadual. Ele ingressou com dois pedidos de liminar, na tentativa de concorrer às eleições de 2016 e, ambos, já foram negados.

Trajetória política
Gardênia Sabóia iniciou sua carreira política em 2012, se elegendo vereadora do município. Foi candidata a Deputada Federal nas eleições de 2014, obtendo a maior votação no município de Humberto de Campos, consolidando-se como a única liderança política de oposição da cidade.

Gardênia é cirurgiã-dentista e economista, já atuou em diversos municípios do MA sempre desenvolvendo trabalhos em prol da saúde. É casada, mãe de três filhos, e tem em seu sangue o DNA político da sua mãe, a líder política da região do Munin e Lençóis Maranhenses Neide Sabóia.

Gardênia integra o quadro de candidatos a prefeito com plenas chances de vitória do PSDB em nosso Estado. Ela conta com o apoio do senador suplente Pinto da Itamaraty.

image

image

image
image

 

Presidente Vargas: Máquinas doadas pelo Governo Federal estão abandonadas.

Máquinas do Programa de Aceleração do Crescimentos (PAC-2), doadas pelo Governo Federal para o município de Presidente Vargas estão abandonadas.

Os veículos pesados deveriam ser utilizados pela Prefeitura, que é comandada por Ana Lúcia Rodrigues da Cruz, em prol da população, atendendo assim produtores rurais, no entanto o acordo não foi cumprido.

Segundo denúncias enviadas ao Blog do Neto Ferreira, ao serem entregues, as máquinas sumiram e depois de algum tempo surgiram totalmente sucateadas, velhas e sem condições alguma de prestar o serviço para qual foram destinadas.

Veja as fotos abaixo:

IMG-20160729-WA0041

IMG-20160729-WA0042

Bacuri: Já foi Tarde!! Justiça determina perda de mandato do prefeito.

 

José-Baldoíno-da-Silva-Nery-contunua-afastado-da-prefeitura-de-Bacuri

O juiz Thadeu de Melo Alves, titular da Comarca de Bacuri,  determinou a perda imediata do mandato do prefeito José Baldoíno Nery. O chefe do executivo bacuriense foi condenado em ação proposta pelo Ministério Público Estadual (MPMA) por irregularidade na licitação do transporte escolar da cidade.

Na ação, o MP acusa o prefeito de ter contratado os serviços da empresa Conservis, no valor de R$ 1.092.000,00, para a locação de veículos, com irregularidades que teriam frustrado o caráter competitivo da licitação, enquadrando os envolvidos no delito de fraude, previsto na Lei de Licitações.

O problema só foi descoberto depois que oito estudantes morreram quando eram transportados num “pau-de-arara”.

Além de Baldoíno, a ação tinha como réus Célia Vitória Nery (ex-Secretária Municipal de Educação), Gersen James Correa (Presidente da Comissão de Licitação), Flávia Regina Assunção (Secretária da Comissão), Maria José Nascimento (membro da comissão), Vagno Setubal (pregoeiro), Raimundo Nonato Amorim (integrante da equipe de apoio), Arcy Fonseca Gomes (Assessor Jurídico de Bacuri), Andrew Fabrício Santos (Sócio da Conservis), e Conservis Construções, Comércio e Serviços LTDA.

Destes, apenas Flávia Regina, Maria José, Raimundo Amorim e Arcy Fonseca foram absolvidos.

Na denúncia, o MP sustentou que após o acidente foram encontradas diversas irregularidades no Pregão Presencial n° 008/2013, dentre as quais: ausência do termo de referência; não publicação de resumo do edital e resultado da licitação; não realização de consulta de preços correntes no mercado e inexistência de concorrência licitatória; subcontratação integral de serviços de transporte escolar; e contratação de empresa para prestação de serviço de transporte escolar sem processo licitatório ou devido processo de dispensa de licitação. Diante das irregularidades citadas o Ministério Público ajuizou a ação de improbidade administrativa, pedindo, ao final, pela condenação dos réus.

A vencedora da licitação, Conservis Ltda., subcontratou integralmente os serviços de transportes escolar, porque, embora vencedora do certame, não possuia capacidade técnica, material, econômico-financeira e humana para a execução dos serviços.

Além disso, a empresa pertence a um sobrinho do vice-prefeito, à época aliado dos réus. Os réus foram condenados, também ao pagamento de multa de valor igual ao do contrato fraudado e tornados inelegíveis por oito anos.

“Condeno ainda os réus, pessoas físicas, à perda de suas respectivas funções públicas, caso ainda a detenham; Considerando a gravidade das consequências geradas pelo ato ímprobo, bem com sua extensão, determino a suspensão dos direitos políticos pelo período máximo, qual seja, de 08 (oito) anos para todos os réus, com exceção da pessoa jurídica, por ser esta penalidade incompatível com sua natureza. Multa civil, a ser paga solidariamente por todos os condenados, incluindo a pessoa jurídica, no valor correspondente a 01 (uma) vez o valor do dano, qual seja, R$ 1.092.700,00 (um milhão, noventa e dois mil e setecentos reais), devidamente corrigida monetariamente, pelo INPC, e juros moratórios de 1,0% ao mês, contados da época dos fatos (abril de 2014) até a data do efetivo pagamento.

“Essa ação foi inciada em outubro de 2014 e, agora, concluída em 2016. O Poder Judiciário deu resposta à sociedade, julgando, em menos de dois anos, um processo dessa complexidade”, finalizou o juiz Thadeu de Melo Alves, que chegou em Bacuri em agosto de 2015.

 

Bacabal: Prefeito desiste de tentar reeleição; Assista!

bacabal

Senador João Alberto e o prefeito de Bacabal, José Alberto Veloso.

A decisão do pecuarista José Alberto Veloso de desistir de concorrer à reeleição para prefeito da cidade de Bacabal foi tomada na manhã de ontem (27) depois de analisar juntamente com o “Guru” Gilberto Lacerda, uma pesquisa de opinião pública.

A medição serviria para confirmar uma anterior que mostrava o prefeito numa situação terrível, sem conseguir alcançar sequer dois dígitos de popularidade. O outro lado da pesquisa é a rejeição à administração, beirando a casa dos 70 por cento.

                       

Disparando contra o Carcará, Roberto Costa e o filho de João Alberto

Não é novidade para ninguém, as ingerências e maquinações do senador João Alberto e do deputado estadual Roberto Costa para inviabilizarem a administração de José Alberto. No entanto, aquilo que os observadores políticos viam e comentavam, nunca foi denunciado pelo próprio prefeito.

Quando o deputado Roberto Costa comprou uma casa em Bacabal, para se fixar na cidade e alavancar o projeto de uma pré-candidatura a prefeito, ficou mais evidente a intenção de não caminhar junto com o prefeito José Alberto. Somente o próprio prefeito não admitiu isso. Decidido a não ser candidato José Alberto abriu os olhos e tem disparado contra o trio : João Alberto – Roberto Costa – João Marcelo.

É esse fator que demonstra a impossibilidade de uma aliança daquilo que resta do grupo de Zé Alberto com o grupo do senador João Alberto.

Consequência de uma gestão desastrosa

Apesar de afirmar no vídeo distribuído pela sua assessoria que “politica ninguém larga ela cem por cento, política fica dentro do sangue” e que “procurei fazer o melhor por toda a população de Bacabal”, a decisão do prefeito Zé Alberto é a prova de que ele não conseguiu imprimir uma marca forte como característica da sua administração.

Apesar da tentativa de apresentar uma conotação de desprendimento, a decisão de desistir do direito de ser candidato à reeleição é antes de tudo a demonstração de um fracasso,  a única alternativa para evitar um desgaste maior.

Vereadores liberados e correndo pra todo lado

Para se ter uma ideia sobre o cenário decadente da gestão atual, basta ver o grupo que dava sustentação ao prefeito na Câmara e que é composto por 13 vereadores. Desses, boa parte já flertava nos bastidores com outros grupos. Não é arriscado afirmar que desses vereadores, 6 já estão conversados e talvez com o martelo batido para apoiarem o grupo do pré-candidato José Vieira Lins. Publicamente, o prefeito José Alberto liberou os edis de qualquer compromisso político. Vivem agora o tempo de murici, onde cada um cuida de si.

 

1 2 3 9